quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Trabalhando Raciocínio Lógico

No, 18/10, o Educador Fernando do Projeto Cidade Escola, durante a oficina de numeração, propôs aos alunos a realização do jogo matemático Sudoku, visando a desenvolver e a motivar o raciocínio lógico. 
Os alunos tiveram que traçar meios e estratégias para a resolução do jogo, desenvolvendo assim o pensamento matemático através de uma atividade descontraída e divertida.

Indicação de leitura!




Pedagogia da Indignação: cartas pedagógicas e outros escritos de Paulo Freire 

Angela Marin Pertile – Pedagoga POD Socioeducativo Calábria

Que Paulo Freire é mestre e inspirador é clichê ressaltar, porém não tem como não citar tais elementos após ter contato com sua obra Pedagogia da Indignação - cartas pedagógicas e outros escritos, uma obra que encanta, que emociona, que traduz a realidade com muita responsabilidade, com uma crítica saudável e com força de transformação. Esta obra foi publicada após sua morte, não foi finalizada pelo autor, mas não é por isso que perde seu valor, diria que ela atesta que o mesmo não precisa dizer ‘tudo’ para que tenha dito e ensinado ‘muito’.
Nesta obra estão compilados diferentes textos de Paulo Freire relacionados à notícia, à mídia e aos meios de comunicação. Ela traz críticas a acontecimentos que viraram “notícia” e causaram grande comoção, e até indignação nacional como é o caso do assassinato brutal do índio pataxó por jovens de classe média alta no Dia do Índio, em Brasília; a forma como as comemorações dos 500 Anos do “Descobrimento” das Américas por Cristovão Colombo se deram; e o fato trágico da família pernambucana que teve a fatalidade de recolher no lixo hospitalar um seio feminino amputado, e o qual prepararam o almoço de domingo.
Junto a tantos elementos, o autor analisa a situação da educação, com nenhuma neutralidade e muita historicidade, já que o nosso próprio modelo de educação está diretamente ligado a ideologias, estas mantidas e constantemente reproduzidas pelas elites dominantes para a manutenção da sociedade de classes e da supremacia do status quo. Paulo Freire acredita na transformação do mundo, não a considera uma tarefa fácil, mas sonha, acredita e, principalmente, pensa uma educação humanista na formação de indivíduos críticos, mais humanos, que entendam a necessidade de lutar, para que assim possam ser capazes de mudar o mundo.
Se pensarmos na nossa educação, na atualidade, a enxergamos inserida em um contexto econômico neoliberal e assim, consequentemente, voltada para os interesses do mercado, onde aspectos como o individualismo, a concorrência e o mérito pessoal são universais. Ao enxergarmos assim nossa educação, poderíamos nos aquietar e acomodar diante desta realidade, nos alienarmos e acomodarmos num conformismo que Paulo Freire tanto condena, ele é contrário a qualquer atitude alienada e acrítica, como sentenças fatalistas do tipo “o sistema é assim mesmo”, “é assim que Deus quer”, “o mundo é desse jeito mesmo, ninguém pode mudá-lo”. É através da nossa crítica a este determinismo que podemos fazer nossa parte. Se o mundo é regido por leis deterministas e imutáveis, ele anula qualquer forma de individualidade, ética, decisão, liberdade e responsabilidade. Assim todos nós temos a capacidade e também o dever de mudarmos o mundo, pois temos o nosso livre arbítrio.
Devido à própria condição humana, Freire reconhece as limitações reais para a criação de um mundo mais humanizado, mas também considera que estes não são elementos a serem usados pelos indivíduos para que fiquem acomodados, agindo como meros espectadores do mundo e vítimas de consequências como o desemprego, o colonialismo, a espoliação, a dominação de classe, etc.
O autor cita o exemplo dos terremotos: eles existem de fato e é impossível acabar com eles. Mas o ser humano por meio de sua sapiência conseguiu tecnologias e meios para torná-los menos destrutivos. Do mesmo modo se deu a resistência afro-brasileira que com sua “manha” conseguiu que suas culturas não morressem diante da violência da dominação.
Para muitas pessoas, pensar em mudanças, sonhar, planejar algo utópico é ilusão, perda de tempo e, por isso, desnecessário. Para Paulo Freire o ser humano é instrumento de crítica, indignação e mudança, e é por isso, e a partir da curiosidade que lhe é intrínseca, que não se deve consolidar as tais sentenças fatalistas, agindo de forma contrária, protestando, discordando e, acima de tudo, tornando-se agentes de mudanças, para, assim, conquistar-se as mudanças que tanto se deseja, para se chegar a realização dessas utopias que tanto se almeja e se considera tão necessárias.

“Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-la sério, com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, in-viabilizando o amor. Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda. Se a nossa opção é progressista, se estamos a favor da vida e não da morte, da equipada e não da injustiça, do direito e não do arbítrio, da convivência com o diferente e não de sua negação, não temos outro caminho senão viver plenamente a nossa opção. Encarná-la, diminuindo assim a distância entre o que dizemos e o que fazemos.” (FREIRE)


Mas vale a pena a leitura da obra toda!

Oficina de Geometria no Trabalho Educativo


No dia 23/10, quarta-feira, o educador de numeração, Fernando, trabalhou com os educandos do Trabalho Educativo - Informática os conceitos geométricos de ponto, reta e segmento, além de contar um pouco sobre a história e importância da geometria em nossa vida. O objetivo da oficina foi proporcionar aos educandos um primeiro contato com esse ramo matemático, tornando mais fácil o desenvolvimento do aprendizado escolar.

Vestido 70´s

Inspirada nas pesquisas desenvolvidas em recente estudo no Rio de Janeiro, a educadora Rosa desenvolveu junto com suas alunas do curso de Moda um vestido que é a cara do Verão 2014. A peça mistura renda alvejada e transparência estampada. A modelagem com babados e efeito blusado lembra os vestidinhos usados pelas jovens nos anos 70. Quem posa na foto é a aluna Gabriela da Rosa da turma M1.


Nos Bastidores do Halloween

De 21/10 a 24/10, os alunos do Trabalho Educativo - Lanches Rápidos, orientados pelos educadores Jorge Ortiz e Ana Campos, prepararam rapaduras e croassants para compor a mesa de guloseimas no Baile de Halloween. Os educandos também utilizaram toda a sua criatividade confeccionando máscaras de materiais recicláveis, como jornais e balões com o intuito de que todos pudessem se fantasiar no grande dia.








Novas casas-lares do Calábria

Iniciaram nesta semana duas novas casas-lares do Calábria: Semeando Esperança e Acolher. Com estas duas, a instituição tem agora cinco casas-lares. A coordenação dá boas-vindas aos acolhidos e deseja aos novos colaboradores muito sucesso no trabalho!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Padaria e Confeitaria Calábria

Salgados e doces para encontros, aniversários e coffee breaks?
No Calábria os itens são produzidos artesanalmente com ingredientes de qualidade.


Venha nos conhecer e faça sua encomenda!
Contato: 51 3245-7222 ramal 266

Palestra Tenneco Automotive

No dia 29 de outubro, os educandos do curso de Mecânica e Elétrica Veicular, dos turnos manhã e tarde, participaram de palestra ministrada por Rafael Machado Marques, analista técnico de vendas para o Rio Grande do Sul da empresa Tenneco Automotive, detentora das marcas Amortecedores Monroe e Buchas de Suspensão Axios. 
Rafael apresentou a empresa e abordou assuntos técnicos como funcionamento, detalhes de montagem, características dos produtos (amortecedores convencionais, cartuchos, estruturas, amortecedores de cabine e direção, entre outros). Ao final, da palestra, os alunos foram presenteados com bonés da empresa.
As unidades de negócios da Tenneco se encontram na América do Norte e Montadoras na Europa,  Ásia, Oceania, África, América Central  e na América  do Sul, operando com 5 unidades fabris, sendo 2 na Argentina e 3 no Brasil e administrando 2 licenças na Venezuela. Ao todo, o grupo possui 89 unidades fabris distribuídas em 24 países.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Saia longa de retalhos


A aluna Fátima da Cunha, do curso de Moda, realizou a confecção de uma bonita saia de retalhos para presentear sua irmã, que aniversaria neste mês de outubro.
Empolgada com o sucesso do projeto “Saia de Retalhos”, Fátima buscou mais retalhos de malha e executou essa bela peça, com a orientação da educadora Rosa.
A inspiração para a produção da peça surgiu de uma pesquisa realizada na internet em sites de moda.
Na foto, a aluna Jéssica Rech posa em um look montado pelas colegas do curso, que a maquiaram e fizeram a produção, baseadas na pesquisa de Tendências Verão 2014. 

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Próximo sorteio do Nota Fiscal Gaúcha

Na próxima quarta-feira, dia 30/10/2013, acontece o sorteio n°008 do Programa Nota Fiscal Gaúcha, que sorteará 500 prêmios de Mil Reais, 5 prêmios de 20 Mil Reais e 1 prêmio de 500 Mil Reais.

Cadastre-se, insira seu CPF na nota e concorra a prêmios!

Acesse o site do Calábria e veja como é fácil se cadastrar:
http://www.calabria.com.br/site/como-colaborar/nota-fiscal-gaucha/

Nota Fiscal Gaúcha dá desconto no IPVA

Até o dia 31 de outubro, o cidadão que se cadastrar no programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG) terá o desconto do IPVA ampliado para 5%. 

Além disso, estará colaborando com entidades sociais e concorrendo a prêmios mensais em dinheiro, de até R$ 1 milhão. 


Acesse o site do Calábria e veja como é fácil se cadastrar: 

http://www.calabria.com.br/site/como-colaborar/nota-fiscal-gaucha/

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Lei Municipal de Aprendizagem em pauta




Na última quita-feira, 24 de outubro, realizou-se reunião entre a equipe da Secretária Municipal do Trabalho e Emprego - SMTE, a Assessora Técnica Claudia Lopes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA e o membros do FORMAP. A reunião teve como pauta o processo da construção da Lei Municipal de Aprendizagem Profissional de Porto Alegre com o apoio da SMTE. O coordenador do FORMAP, João Soares, destacou o processo de alteração do Decreto 5598/2005, que está tramitando em Brasília.

Reunião da Comissão Municipal de Emprego




Foi realizada no dia 17 de outubro, quinta-feira, reunião da Comissão Municipal de Emprego, organizada pela Secretária Municipal do Trabalho e Emprego – SMTE. O objetivo principal foi informar sobre os cursos que terão prioridade nas ofertas de qualificação que deverão ser desenvolvidas pelo Programa Nacional de Ensino Técnico (Pronatec). 
Na ocasião, esteve presente o colaborador do setor Empresa Escola do Calábria e coordenador do FORMAP João Soares. Ele apresentou o trabalho do FORMAP, na execução do Programa de Aprendizagem Profissional, voltado para o público da Assistência. Durante sua fala, João mencionou as conquistas do Fórum na resolução 176/2013 do CMAS e na Lei 12868/2013 do Art.18 que destaca a Aprendizagem dentro da Política da Assistência Social. 
Participaram da reunião o Secretário Municipal do Trabalho e Emprego, Pompeo de Mattos; a administradora de Informações sobre o Mercado, Flávia Pereira da Silva, representantes de entidades, entre outras autoridades ligadas ao setor.

Visita do ex-aluno Diego


O Calábria recebeu nesta manhã de sexta-feira (25/10) a visita do ex-aluno Diego Renan Flores Nunes de Freitas, formado no curso de Chapeação e Pintura Automotiva no ano de 2012/02. Diego contou que passou no concurso da Empresa Municipal de ônibus Carris, foi chamado, e está trabalhando na área de Chapeação e Pintura Veicular. O jovem está muito feliz com a oportunidade de atuar no setor público e garante que irá buscar seu crescimento profissional dentro da Carris. Durante o curso no Calábria, Diego foi jovem aprendiz pela empresa parceira Jardine Veículos, tendo sido encaminhado pelo setor Empresa Escola.

10ª Conferência Estadual da Assistência Social

A coordenadora de projetos sociais do Calábria e delegada eleita na última Conferência Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, Carla Ferraz, participou entre os dias 22 e 23 de outubro, em Santa Maria, da 10ª Conferência Estadual da Assistência Social.  

O evento, promovido pelo Conselho Estadual de Assistência Social - CEAS-RS, convocado pela Resolução nº 22/2013 -CEAS/RS, é o Foro onde se realiza a análise, a avaliação e as deliberações sobre a Política de Assistência Social no Estado do Rio Grande do Sul. 
 
Com a participação de todos segmentos da sociedade, a conferência teve como tema " A Gestão e o Financiamento na efetivação do SUAS. O objetivo geral foi analisar, propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para gestão e financiamento do Sistema Único da Assistência Social - SUAS, reconhecendo a corresponsabilidade de cada ente federado, onde foram discutidos e votadas deliberações de 6 eixos; são eles:

Eixo 1: O cofinanciamento obrigatório da assistência social
Eixo 2: Gestão do Suas: Vigilância Socioassistencial, Processos de Planejamento, Monitoramento e Avaliação
Eixo 3: Gestão do Trabalho
Eixo 4: Gestão dos Serviços, Programas e Projetos
Eixo 5: Gestão dos Benefícios no Suas
Eixo 6: Regionalização

Após todos os temas votados e deliberados, foram homologados os delegados para a Conferência Nacional, que acontecerá em Brasília.